Brasil assina acordo para enviar 100 pesquisadores à Europa

Comunidade

altDilma Rousseff recebeu ontem o presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso

O Brasil vai enviar 100 doutores e pós-doutores aos principais centros de pesquisa da União Europeia, pelo Programa Ciência Sem Fronteiras. O acordo prevê intercâmbio entre profissionais brasileiros e europeus. A presidenta Dilma Rousseff e o presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, reuniram-se ontem durante a 6ª Cúpula Brasil-União Europeia (UE), em Brasília.

Segundo o secretário de Políticas e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento do Ministério de Ciência e Tecnologia, Carlos Nobre, os programas serão realizados em em países como Bélgica, Alemanha, Holanda, Espanha, Itália, entre outros. Eles promovem estudos avançados em áreas de interesse do governo brasileiro, como prevenção a desastres naturais e crises, mudanças climáticas e gestão sustentável de recursos naturais, energia e nanotecnologia.

Durante a Cúpula também foram discutidos temas como a crise financeira internacional, o G20 (grupo das 20 maiores economias no mundo) e questões de segurança internacional no Oriente Médio e na África – que enfrentam crises específicas, como no Mali (África) e na Síria (África).

Agência Brasil