VIVER NA ITALIA

altAs vítimas de violência na Itália devem ligar para 800 172 211

O governo brasileiro vai intensificar a campanha de combate ao tráfico de pessoas, ampliando o serviço de atendimento às denúncias sobre esse mercado. O Ligue 180 Internacional, que atualmente atende apenas às pessoas que estão em Portugal, na Espanha e na Itália, deverá ser ampliado para mais dez países em todos os continentes. O anúncio foi feito na semana passada pela ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci. A ideia é lançar a ampliação do serviço no Dia Internacional da Mulher, em 8 de março.

As brasileiras vítimas de violência  na Itália, podem ligar para o 800 172 211, fazer a opção 1 e, depois, informar o número (61) 3799-0180. Na Espanha, as pessoas devem ligar para o número 900 990 055, fazer a opção 1 e, em seguida, informar à atendente (em português) o número (61) 3799-0180. Em Portugal, os interessados devem ligar para 800 800 550, também fazer a opção 1 e informar o número (61) 3799-0180.

O Ligue 180 Internacional foi criado em novembro de 2011. Para o Brasil, o serviço funciona desde 2005 e registra mais de 3 milhões de atendimento em todo o território brasileiro, segundo a secretaria.

altDilma Rousseff recebeu ontem o presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso

O Brasil vai enviar 100 doutores e pós-doutores aos principais centros de pesquisa da União Europeia, pelo Programa Ciência Sem Fronteiras. O acordo prevê intercâmbio entre profissionais brasileiros e europeus. A presidenta Dilma Rousseff e o presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, reuniram-se ontem durante a 6ª Cúpula Brasil-União Europeia (UE), em Brasília.

Segundo o secretário de Políticas e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento do Ministério de Ciência e Tecnologia, Carlos Nobre, os programas serão realizados em em países como Bélgica, Alemanha, Holanda, Espanha, Itália, entre outros. Eles promovem estudos avançados em áreas de interesse do governo brasileiro, como prevenção a desastres naturais e crises, mudanças climáticas e gestão sustentável de recursos naturais, energia e nanotecnologia.

Durante a Cúpula também foram discutidos temas como a crise financeira internacional, o G20 (grupo das 20 maiores economias no mundo) e questões de segurança internacional no Oriente Médio e na África – que enfrentam crises específicas, como no Mali (África) e na Síria (África).

Agência Brasil

alt

Brasileiros interessados em tirar o passaporte no consulado itinerante de Verona devem preencher antecipadamente uma requisição online

O Consulado Geral do Brasil em Milão realizará a primeira missão de 2013  na cidade de Verona, nos dias 25 (sexta-feira) e 26 (sábado) deste mês, nas dependências da Opera Don Calábria, situada na via San Zeno in Monte, 23.

O horário de prestação dos serviços consulares abaixo descritos, com senhas de atendimento entregues em número limitado, será das 9h30 até 13h00 e das 14h00 até as 18h na sexta-feira, e das 9h00 até 12h30 e das 13h30 até as 16h30 no sábado.

Mediante preenchimento de formulário online, será possível solicitar, em número limitado, a expedição de passaporte. Já, para o agendamento de outros serviços que serão prestados pelo Consulado itinerante, interessados deverão acessar aqui.

Em Verona, serão prestados os seguintes serviços:

- Alistamento Militar;

- Autenticação e Legalização;

- CPF (inscrição e regularização);

- Declarações e atestados;

- Matrícula consular (clique aqui para se cadastrar e clique aqui para solicitar a retirada); 

- Procuração;

- Registro de casamento e de nascimento;

- Título eleitoral (cadastramento, regularização ou retirada, clique aqui para solicitar); 

 Cadastro Nacional de Eleitores – O Consulado informa, ainda, que desde o dia 8 de novembro, a repartição em Milão retomou o processamento das operações eleitorais de rotina, tais como solicitações de alistamento, transferência, revisão e emissão de segundas vias. A justificativa de voto somente será processada para os títulos eleitorais dos cidadãos onde conste C.G.Milão como domicílio eleitoral.

Mais informações, acesse: 

http://milao.itamaraty.gov.br

www.brasilemilano.blogspot.com

alt

A vítima está internada em estado grave no hospital San Giovanni. Polícia procura dois suspeitos

A polícia de Roma procura dois romenos suspeitos de terem jogado um transexual brasileiro, de 40 anos, do segundo andar de um edifício localizado na via degli Angeli, bairro Tor Pignattara, na periferia da capital. Outro homossexual de 38 anos, igualmente de nacionalidade brasileira, também teria sido agredido pelos suspeitos. Ele teve uma parte do rosto fraturada depois de ter sido atingido por um soco.  O trans lançado da janela, no dia 25 de dezembro, está internado em estado grave no hospital San Giovanni.

Testemunhas que se encontravam nas imediações disseram à polícia de terem visto dois romenos, com idade aproximada de 35 anos, no terraço do edifício. Os investigadores encontraram álcool e drogas na casa das vítimas e apuram se o episódio de violência possa ter ligações com as organizações criminosas que exploram a prostituição ou se tratou de uma briga, que levou os romenos a invadiram o apartamento dos brasileiros para agredi-los.

altGeraldo Magela Rodrigues De Lana Soares esperou mais de sete anos pela decisão

Ter um sobrenome muito comprido pode complicar a vida de quem deve lidar com a burocracia na Itália. Foi o que aconteceu com um brasileiro que teve o pedido de cidadania italiana recusado por causa dos diversos nomes contidos nos documentos que formavam o seu processo. Geraldo Magela Rodrigues De Lana Soares teve que recorrer ao Tribunal do Piemonte, e aguardar mais de sete anos, para que a decisão fosse revista.

Em 2005, o pedido de cidadania italiana havia sido rejeitado pelo Departamento de Liberdade Civil e Imigração, órgão relacionado ao Ministério do Interior, após um parecer negativo da  “prefettura” de Turim. O documento, de fato, dizia que o imigrante havia dado uma “idenficação não exata”, fornecendo diferentes nomes: em alguns formulários constava como De Lana Soares Gerardo Magela Rodriguez, em outros, como Magela Rodrigues De Lana Soares Geraldo, ou ainda De Lana Soares, etc.

Todavia, tratavam-se de pequenos erros, como a diferença na ordem em que os sobrenomes eram transcritos, ou mudança de letras, como “z” em vez de “s”. O local e a data de nascimento eram sempre os mesmos, em todos os documentos apresentados. Os juízes deram provedimento ao recurso do brasileiro, dizendo que para eliminar qualquer dúvida, “a administração pública poderia simplesmente ter verificado os documentos apresentados pelo próprio sujeito, os quais trazem todos o mesmo e idêntico nome”.

O processo de cidadania deverá retornar ao Ministério do Interior, que não poderá recusar a concessão da nacionalidade por causa do nome do requerente.

alt

Vítima sofreu lesões nos tendões das mãos ao tentar se defender; agressor foi preso pelos “Carabinieri” da estação Tor Sapienza

Um romano, de 36 anos, tentou matar um transexual brasileiro, de 30 anos, com uma motosserra depois de uma briga iniciada devido um desentendimento sobre o pagamento da prestação sexual. O fato ocorreu na noite do dia 1° de janeiro na via Collatina, em Roma. O italiano, que possui antecedentes criminais, foi preso pelos “Carabinieri” da estação Tor Sapienza graças a uma denúncia feita ao 112 por alguns transeuntes.

Segundo informações divulgadas pela Polícia Militar, a briga ocorreu dentro do carro do italiano. No fim da prestação sexual, os envolvidos iniciaram uma discussão sobre o valor da cifra a pagar e, em seguida, o cliente pegou a motossera no porta-malas. Ligou o equipamento e avançou sobre o brasileiro, que tentou se proteger com as mãos até a chegada dos militares que conseguiram desarmar o agressor.

O transexual sofreu lesões nos tendões das mãos e foi encaminhado ao hospital Sandro Pertini. O cliente romano foi preso e, ao prestar depoimento, contou que tinha a motossera no porta-malas do carro porque havia feito alguns trabalhos domésticos alguns dias antes. 

altOs brasileiros formam a maior comunidade de imigrantes no país, com 27,8% do total

Um estudo do governo português revela que o perfil dos imigrantes brasileiros que residem naquele país é formado prevalentemente por mulheres, cuja média de idade é de 34 anos, solteiras, com ensino médio e que trabalham como domésticas ou faxineiras para empresas de limpeza. Os dados foram divulagados ontem pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) de Portugal. Em março de 2011 residiam 394.496 estrangeiros no país, 3,7% do total da população. Desde a década de 1990, após o ingresso do país na União Europeia, a população estrangeira tem crescido.

Os países de língua portuguesa são os principais emissores de migrantes para Portugal: mais de 51% deles são do Brasil, de Cabo Verde, Angola, da Guiné-Bissau ou São Tomé e Príncipe. Entre os imigrantes lusófonos, os brasileiros correspondem a mais de 54%. No universo total de estrangeiros em Portugal, os brasileiros formam a maior colônia, com 27,8%.

A Região Metropolitana de Lisboa concentra 51,6% dos estrangeiros residentes em Portugal. Entre as cidades, Sintra (a cerca de 30 quilômetros do centro de Lisboa), é a com maior número de imigrantes (39.994), superando a capital (com 39.492). 
 

Mais artigos...