Reggio Emilia sedia a primeira feira nacional sobre imigração

Notícias Arquivo

O evento começa hoje a partir das 10h00. Na programação constam exposições, espetáculos, projeções, concertos e aprofundamentos.

 

 

Roma, 28 de abril de 2011-Inicia hoje, no pólo de exposições da Emilia Romagna, “Cittadini nel Mondo”, a primeira feira nacional sobre migração e inter-culturas. Patrocinada pela Caritas Migrantes, Ministério da Pari Oportunidades, Região, Provínciae Prefeitura de Emilia Romagna, além da Anci e do Unar regionais, a feira conta com a participação de entidades, instituições, operadores e associações que apresentam serviços e produtos voltados às necessidades das comunidades migrantes e à integração sócio-cultural na Itália.

 

Os organizadores do evento, que encerrará no sábado (30), querem que a feira possa representar um importante momento de debate sobre o tema para ativar, entre os cidadãos estrangeiros e italianos, um processo de colaboração, conhecimento e diálogo para uma nova política migratória participada.

 

São muitos os momentos de reflexão programados sobre o tema, entre os quais as expectativas das segundas gerações. Hoje, a partir das 10h00, acontece um encontro entre os jovens filhos de imigrados - “Italianos sem cidadania – com representantes dos “Sportelli e dos Centros para a imigração, que devem apresentar experiências de sucesso, documentários, reportagens, concertos e espetáculos teatrais.

 

O evento conta também com as mostras fotográficas permanentes da Fundação Nigrizia, “Corpi Migranti” no Museu Africano de Verona, do Museu do Emigrante de San Marino e da Associação Cultural Chinesa de Bolonha, além da exposição de cartuns contra o racismo “RAR-Risate Anti Rassiste”, realizada pela Cospe (Cooperação para o desenvolvimento de países emergentes) e  Escola Internacional de Comics.