“É preciso modificar a atual lei de imigração”, diz candidata a deputada

Itália

altLaura Boldrini, da lista de esquerda “Liberdade e Ecologia”, defende a valorização dos imigrantes

“A questão da imigração deve voltar a ser discutida em Parlamento”. A afirmação é da ex-porta-voz da ONU para os Refugiados e atual candidata à Câmera dos Deputados com a lista de esquerda “Liberdade e Ecologia”, Laura Boldrini.

''É preciso começar pela reforma da lei de cidadania para permitir a inclusão daqueles que nascem, vivem, estudam e trabalham na Itália'', afirma Boldrini.
Segundo a candidata a deputada, os próximos parlamentares deverão também alterar todo o sistema de normativas sobre imigração. ''Precisamos modificar a lei Bossi-Fini, assim como o pacote de medidas segurança. A atual legislação não facilitou em nada o processo de integração, e hoje estamos testemunhando o aumento da exploração e do abuso de imigrantes e refugiados, além de um crescimento alarmante de casos de racismo e de xenofobia", disse.

“Valorizar o imigrante significa entender a mobilidade contemporânea e gerenciar com  serenidade um fenômeno natural do processo de globalização. Os migrantes, como apontado pelo Papa durante o último Angelus, são portadores de esperança. E a nossa sociedade precisa disto também”, conclui Boldrini.