Obama cobra agilidade na reforma das leis de imigração

Internacional

alt“Se o Congresso não agir rapidamente, farei a minha proposta”, disse o presidente

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, cobrou agilidade dos senadores que estão preparando a reforma das leis de imigração que deverá ser apresentada ao Congresso. O líder da Casa Branca, que havia se reunido na semana passada com os democratas, encontrou-se ontem com os senadores republicanos John McCain, Marco Rubio e Lindsey Graham para pedir que  eles apresentem “o mais rápido possível, uma proposta que reflita os princípios compartilhados sobre a as leis de imigração”.

Obama disse que a reforma deve incluir medidas como “uma maior segurança nas fronteiras, criação de percursos voltados à cidadania (que inclua os milhões de imigrantes ilegais), maior responsabilização dos empregadores e simplificação dos mecanismos legais de imigração”.

O presidente, porém, fez pressão sobre os rebublicanos. Mesmo reconhecendo o progresso e o esforços feitos até agora, se o Congresso não agir rapidamente, Obama disse estar pronto para apresentar a sua própria proposta para reformar as leis de imigração.